Em Castanhal, 340 metros cúbicos de madeira são apreendidos

Equipe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), em operação conjunta com a Polícia Federal, deteve em flagrante o dono de uma serraria por receptação de madeira ilegal no município de Castanhal, na Região Metropolitana de Belém.

Uma arma de fogo e mais de 340 metros cúbicos de madeira foram apreendidos na operação. A ação foi realizada no âmbito da Operação Estância Virola (em referência ao tipo de madeira apreendido), destinada ao combate ao comércio ilegal de madeira.

O dono da serraria também foi autuado pela posse de um depósito de madeira sem licença e por operar atividade de beneficiamento de madeira sem o devido licenciamento, devendo pagar mais de R$ 1 milhão em multas, se for condenado.

Segundo informações repassadas pela Assessoria Especial de Inteligência e Segurança Corporativa (AISC) e Diretoria de Fiscalização Ambiental (Difisc), ambas da Semas, a PF deteve o homem que seria o dono da serraria e recebia madeira de origem ilegal sem documentação.

Ele foi autuado em flagrante por receptação qualificada, além de depósito de madeira irregular, operação de atividade poluidora e posse ilegal de arma de fogo.

Um revólver de calibre 38 com cinco munições, três caminhões, uma caminhonete e documentos relacionados à atividade ilegal foram apreendidos, junto com um motor esmeril de mesa e uma serra circular, usados no beneficiamento de madeira. Os fiscais encaminharam a madeira para a Prefeitura de Castanhal.

Foto: Agência Pará