Seap: custodiados realizam Encceja nas casas penais do Pará

A realização do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) iniciou nesta quarta-feira (13) nas unidades penais do Pará e vai até quinta-feira (14). Ao todo, 2.656 custodiados do sistema da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) prestarão o exame para garantir a conclusão dos estudos a nível Fundamental e Médio.

Os investimentos educacionais ofertados ao público privado de liberdade têm elevado os níveis de educação a novos parâmetros – auxiliando na conquista do espaço deles para a mudança de vida por meio dos estudos. A prova do Encceja acontece anualmente e atende a todos os brasileiros que desejam concluir os estudos. As inscrições começaram em agosto e os custodiados vêm se preparando desde o início do ano, para a realização da prova, que acontece hoje e amanhã para a conclusão do ensino fundamental e médio, respectivamente.

A participação de pessoas privadas de liberdade no Encceja é muito importante para a reinserção social delas e para conseguirem finalizar o estudo primário e secundário mais rápido, afirma Patrícia Sales, coordenadora de educação prisional da Seap. “Além de terem remição de pena. O fundamental é de 177 dias e o médio é de 133”, acrescenta a coordenadora.

Através das iniciativas de educação, a Seap pode contemplar resultados transformadores nas casas penais do estado, como a erradicação do analfabetismo; conclusão dos estudos de custodiados com o ensino fundamental ou médio incompleto e o acesso ao ensino superior através das notas do Exame Nacional de Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL) e bolsas de estudos para o ensino superior, em  faculdades particulares.

Por Seap

Foto: Seap