Saiba quais são os dez atletas mais bem pagos do mundo em 2022

Com US$ 130 milhões (R$ 667,86 milhões) em ganhos brutos antes dos impostos nos últimos 12 meses, Messi ocupa o primeiro lugar no ranking anual da Forbes dos jogadores mais bem pagos do mundo. Porém, a Forbes estima que o salário de Messi tenha caído cerca de US$ 22 milhões (R$ 113,02 milhões) em relação ao seu último ano com o Barcelona (para US$ 75 milhões, ou R$ 385,30 milhões nesta temporada no PSG).

Mas, um grande aumento nos patrocínios o levou a igualar o recorde de 12 meses para um jogador de futebol do ano passado, quando ele terminou em segundo lugar, atrás do lutador de MMA Conor McGregor. O arquirrival de Messi, Cristiano Ronaldo, que também trocou de time em agosto, passando da Juventus para o Manchester United, chega ao terceiro lugar este ano com US$ 115 milhões (R$ 590,8 milhões).

Espremido entre os dois está LeBron James, do Los Angeles Lakers, com US$ 121,2 milhões, enterrando o recorde de US$ 96,5 milhões (R$ 495,76 milhões) para um jogador da NBA que ele estabeleceu no ano passado. James é o décimo atleta a ultrapassar US$ 100 milhões (R$ 513,74 milhões) em um único ano, um marco que Messi e Ronaldo alcançaram cinco vezes cada. Coletivamente, os dez atletas mais bem pagos do mundo faturaram US$ 992 milhões (R$ 5,09 bilhões) nos últimos 12 meses, segundo as estimativas da Forbes.

Isso representa uma queda de 6% em relação a 2021, mas o declínio está diretamente relacionado ao enorme total de US$ 180 milhões (R$ 924,73 milhões) de McGregor no ano passado, depois que ele embolsou cerca de US$ 150 milhões (R$ 770,61 milhões) com a venda de sua marca de uísque irlandesa, Proper No. Twelve.

(McGregor caiu entre os dez primeiros, mas aparecerá no ranking completo dos 50 atletas mais bem pagos de 2022, que será publicado no final deste mês). O total coletivo deste ano é o terceiro maior de todos os tempos, atrás de 2021 e 2018, com US$ 1,05 bilhão (R$ 5,39 bilhões) e US$ 1,06 bilhão (R$ 5,45 bilhões) respectivamente, quando McGregor distorceu o resultado mais uma vez com sua superluta contra Floyd Mayweather.

E em um sinal claro de que as principais estrelas do esporte estão se saindo melhor do que nunca, o limite para ficar entre os dez primeiros deste ano é de US$ 80,9 milhões (R$ 415,62 milhões), atingido por Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks. Isso representa um salto de 8% em relação aos US$ 75 milhões (R$ 385,30 milhões) de 2021 e um aumento de 24% em relação aos US$ 65,4 milhões (R$ 335,99 milhões) de 2019, a alta anterior.

Os 10 atletas mais bem pagos do mundo 2022

Lionel Messi, US$ 130 milhões (R$ 667,86 milhões)

2. LeBron James, US$ 121,2 milhões (R$ 621 milhões)

3. Cristiano Ronaldo, US$ 115 milhões (R$ 589 milhões)

4. Neymar, US$ 95 milhões (R$ 486 milhões)

5. Stephen Curry, US$ 92,8 milhões (R$ 475 milhões)

6. Kevin Durant, US$ 92,1 milhões (R$ 471 milhões)

7. Rofer Federer, US$ 90,7 milhões (R$ 464,72 milhões)

8. Canelo Alvarez, US$ 90 milhões (R$ 461 milhões)

9. Tom Brady, US$ 83,9 milhões (R$ 425 milhões)

10. Giannis Antetokounmpo, US$ 80,9 milhões (R$ 409 milhões)

Foto: Facebook Messi