Quase 5 mil quelônios são soltos no Lago de Tucuruí

Cerca de 5 mil filhotes de tartarugas-da-amazônia e tracajás ganharam liberdade na Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago de Tucuruí.

A iniciativa faz parte do projeto “Quelônios do Sudeste do Pará”, conduzido pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), por meio do Núcleo de Educação Ambiental (Neam).

Tem parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), Eletrobrás Eletronorte, Fundação Zoobotânica de Marabá (FZM) e Prefeitura de Itupiranga.

A soltura foi acompanhada de perto por dezenas de crianças e adultos da Vila Saúde, área rural de Itupiranga, município da região sudeste paraense, que puderam contribuir diretamente para o povoamento das espécies no rio Tocantins.

O público também teve a oportunidade de assistir a uma palestra educativa sobre a importância dos quelônios nos ecossistemas aquáticos, conscientizando a comunidade sobre a relevância de garantir a reprodução e preservação desses animais.

Foto: GRTUC/IDEFLOR-Bio/Divulgação