Pode chegar a R$10 bilhões em 2024 o crédito próprio do BNDES

A linha CPR BNDES, uma nova forma de apoio ao setor agropecuário, no âmbito do produto Crédito Rural, foi aprovada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

A nova linha foi anunciada pelo diretor financeiro e de crédito digital para MPMEs da instituição, Alexandre Abreu, durante a Agrishow, realizada em Ribeirão Preto (SP).

Com a nova linha, poderão ser realizadas operações com Cédulas de Produto Rural Financeira (CPR-F) ou de Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA) lastreados em direitos creditórios do agronegócio.

Com a iniciativa, o crédito próprio do Banco para o setor pode chegar a R$ 10 bilhões em 2024. As operações realizadas por meio da linha CPR BNDES seguirão as regras ambientais aplicáveis às demais soluções financeiras ofertadas pelo Banco ao setor.

Isso, ainda que as normas regulatórias não prevejam essa aplicação às CPR-F e CDCA. Os títulos poderão ser emitidos por micro, pequenos e médios produtores rurais e cooperativas de produtores rurais com faturamento de até R$ 300 milhões por ano.

Além disso, bem como empresas destes portes que exerçam a atividade de comercialização, beneficiamento ou industrialização de produtos, insumos, máquinas e implementos agrícolas, pecuários, florestais, aquícolas e extrativos, formalizando, assim, a concessão de empréstimos por meio da rede de mais de 80 agentes financeiros credenciados no BNDES com atuação em todo o país.

Foto: Miguel Ângelo/CNI/