Mais de 2 mil vítimas de violência doméstica foram atendidas pelo Programa ‘Pró-Mulher Pará’

Programa lançado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, o Pró-Mulher Pará completa um ano e já realizou mais de 2 mil atendimentos a vítimas de violência doméstica, em 10 localidades do Estado.

O programa atua nas ações de proteção, repressão qualificada e orientação para mulheres em situação de violência doméstica. A ferramenta integra as políticas públicas do governo estadual para combater a violência contra a mulher no território paraense.

Em um ano de lançamento, o Pró-Mulher Pará já cadastrou mais de 2 mil mulheres no “Cartão Programa”, idealizado para prestar apoio e patrulhamento especializado, dos agentes de segurança, capacitados para atender esse tipo de ocorrência. 

O Programa, que atua na Região Metropolitana de Belém, desde o lançamento, em 8 de março de 2022, expandiu as ações para mais sete municípios: Marabá, Tucuruí, Barcarena, Santarém, Altamira, Bragança e Abaetetuba. Somente na RMB, mais de 1.400 mulheres são acompanhadas pelo Pró-Mulher Pará, desde o seu lançamento.

De acordo com dados da Secretaria de Inteligência e Análise Criminal (Siac), da Segup, o crime de feminicídio reduziu em 29%, no ano de 2022, em relação ao ano de 2021. De janeiro a dezembro de 2022, foram computados 49 crimes. Em 2021, foram computadas 69 ocorrências.

Foto: Marco Santos / Ag. Pará