Investimento de capital privado na Amazônia é defendido por Helder

O governador Helder Barbalho conclamou a iniciativa privada a se envolver na restauração de áreas degradadas na Amazônia, aliando preservação e desenvolvimento. O ato foi feito durante o painel ″Novas lideranças políticas: o Brasil do futuro”, da Expert XP 2023, em São Paulo.

O governador Helder Barbalho informou que o Pará quer contar com a participação efetiva do setor privado na recuperação de áreas de floresta degradadas.

No encontro, considerado o maior festival de investimentos do mundo, o chefe do executivo estadual paraense avaliou que a medida ajudará a dar impulso a novos negócios socioambientais.

“Além da agenda de chamamento ao capital privado na área de infraestrutura, também queremos a mobilização do capital privado na agenda ambiental para que nós possamos alavancar novos negócios, na recuperação da floresta e no fortalecimento da bioeconomia”, explica Barbalho.

A autoridade paraense salientou que há um planejamento previsto pelo Estado no restauro das áreas que foram alvo de atuação ilegal, como a grilagem. “Estaremos colocando no mercado as primeiras concessões públicas de restauro de áreas que foram griladas no passado, que o Estado recuperou para sua propriedade, áreas de proteção ambiental, para que o privado possa fazer restauro e, com isso, fazer a comercialização do carbono captado naquela área. Estaremos lançando a concessão de restauro acerca de 20 mil hectares neste primeiro lote”, disse.

“Vamos lançar até o final desse ano quatro concessões de florestas públicas que passarão a ser geridas pelo ente privado, na ordem de 4,2 milhões de hectares”, detalhou.

Foto: Marco Santos / Ag. Pará