Home BACANA NEWS Inversão de tráfego na Rodovia BR-316 facilitará volta do Carnaval

Inversão de tráfego na Rodovia BR-316 facilitará volta do Carnaval

Inversão de tráfego na Rodovia BR-316 facilitará volta do Carnaval

Para garantir maior segurança e tranquilidade no retorno à Região Metropolitana de Belém no feriado prolongado, o governo do Estado adotará uma medida inédita na Rodovia BR-316: a inversão de uma faixa, em sete quilômetros, no sentido de saída da capital, hoje (14), das 06 às 14 h. A medida visa permitir a fluidez do tráfego de veículos entre o KM-13, no município de Marituba, próximo ao Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), e o KM-06, no município de Ananindeua, no retorno após o posto de serviço da Polícia Rodoviária Federal.

“Para agilizar o intenso fluxo de veículos na volta do feriado do Carnaval foi decidido por representantes de vários órgãos inverter uma das faixas, no sentido do tráfego, a fim de evitar engarrafamentos na rodovia“, reitera Cesar Meira, diretor do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).

Agentes da PRF e do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) irão coordenar o fluxo de veículos e orientar motoristas ao longo da BR-316. Os horários de inversão poderão sofrer variações de acordo com a demanda no local, informa o diretor Técnico e Operacional do Detran, Walmero Costa.

Com a inversão, o governo pretende repetir o êxito das medidas adotadas na sexta-feira (09) e no sábado (10) para garantir fluidez no tráfego durante a saída de Belém em direção aos municípios que recebem grande número de visitantes no feriado do Carnaval, mesmo com intenso fluxo de veículos, considerado o maior nos últimos anos, com uma média de 60 veículos por minuto nos horários de pico, e chegando a mais de 80 por minuto nos dois sentidos. O tráfego só foi normalizando na tarde de sábado. “Assim, nós, dos órgãos integrantes da operação, decidimos conjuntamente adotar a medida de inversão no tráfego para a volta do feriado, com o objetivo de evitar congestionamentos”, explicou Tarcisio Brito, coordenador da Polícia Rodoviária Federal.

Mobilidade – A inversão do tráfego é mais uma das ações adotadas pelo governo do Estado para evitar o estrangulamento do trânsito na Rodovia BR-316 na volta do Carnaval. As medidas foram definidas por dirigentes de órgãos das áreas de mobilidade urbana e segurança pública.

Na parada de ônibus intermunicipais em Ananindeua, para onde convergem pessoas e veículos, agentes de trânsito da Semutran (Secretaria Municipal de Trânsito de Ananindeua), direcionam o trânsito no local com uma via exclusiva, usando sinalizadores new jersey, para facilitar o tráfego de ônibus e vans. A Agência de Regulação e Controle de Serviços e Públicos do Estado do Pará (Arcon) vem fiscalizando empresas de ônibus e vans, ajudando na organização do embarque de passageiros e dando celeridade ao fluxo do transporte intermunicipal em Ananindeua e no pórtico, com apoio da PRF.

Durante a semana, também foi realizada uma operação tapa-buracos pela Secretaria de Estado de Transportes (Setran) na BR-316, no perímetro entre o KM-0 e o KM-18. Alguns retornos foram fechados temporariamente para evitar congestionamentos.

Operação conjunta – A operação que visa garantir a fluidez no tráfego durante o Carnaval 2018 é realizada de 09 a 14 de fevereiro, e mobiliza equipes da Arcon, do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), Polícia Militar/Comando de Policiamento da Região Metropolitana (CPRM), Detran, PRF, Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Setran, Casa Militar e Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM). A ação é integrada com os órgãos da área de mobilidade urbana e de segurança das prefeituras de Belém, Ananindeua e Marituba.

Para facilitar a comunicação há o apoio de aeronaves em pontos estratégicos, o que agiliza as operações táticas. Equipes também fazem a ronda em motocicletas, além de agentes de trânsito, equipes de perícia e ambulâncias posicionadas em pontos estratégicos da BR-316.

A operação mobiliza ainda agentes da PRF, Detran, Semutran Semob (Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana de Belém) e Arcon nos pontos onde pode haver retração de tráfego e risco de acidentes, no perímetro entre o Bairro de São Braz e o KM-18 da rodovia.