Home BACANA NEWS Folia da solidariedade na abertura da campanha de carnaval do Hemopa

Folia da solidariedade na abertura da campanha de carnaval do Hemopa

Folia da solidariedade na abertura da campanha de carnaval do Hemopa

Mesmo sob forte chuva, a solidariedade levou dezenas de pessoas ao Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) no sábado, dia 3, para a abertura da Campanha de Carnaval 2018 da instituição. A ação estratégica segue até o dia 9 e visa restaurar o estoque de sangue do hemocentro, que só em Belém é responsável pelo abastecimento de 95 hospitais. Durante a ação, mais de 230 bolsas de sangue foram coletadas.

Com o tema “Quem doa sangue tem amor no coração”, a abertura da campanha contou com show de SamBloco, Mano Ió, Gigi Furtado e Jorginho Gomez e apresentações de Keyla Barros e Top Ritmos, tudo sob gerência da mestre de cerimônia da festa D. Sandra, humorista paraense. Também houve customização das camisas recebidas pelos doadores.

A presidente do Hemopa, Ana Suely Saraiva, ressaltou a importância de cada voluntário que faz sua doação de sangue. “O dia foi chuvoso, mas tivemos a presença de muitas pessoas na sede da Fundação. Aquecidos de amor para distribuir aos pacientes que precisam de transfusão de sangue e que, somente pelo gesto solidário de cada um, podem ter suas vidas salvas. Agradecemos o apoio de todos os parceiros que não medem esforços para nos apoiar na manutenção do estoque técnico de sangue.”

Um desses parceiros é a Polícia Militar. Mais de 70 alunos do Curso de Formação de Praças (CFP) chegaram cedo ao hemocentro para reforçar a campanha e participar da programação. “Temos como princípio servir à comunidade paraense, e a doação de sangue é uma forma de fazer isso. Esses jovens estão num processo de formação e precisamos incutir isso neles”, explicou o comandante do 7º Pelotão do CFP, tenente Raoni.

Além dos alunos do CFP, outros cinco grupos solidários estiveram no Hemopa neste sábado. “Não podemos ficar em casa de braços cruzados. É uma satisfação muito grande poder ajudar o próximo, independente de religião”, afirmou o coordenador do grupo “Mãos que Ajudam”, da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Oliveiros Gomes.

Segundo o vice-coordenador do “Terço dos Homens”, da Igreja São Geraldo Magela, a parceria com o hemocentro existe há quase sete anos. “Temos como missão evangelizar a comunidade e ajudar os mais necessitados. Fazemos várias ações solidárias ao longo do ano. O Hemopa pode sempre contar com a gente”.

Para a gerente de Captação de Doadores, Juciara Farias, a união das mais diferentes pessoas deixa o laço da doação de sangue muito mais forte. “O principal critério para a doação de sangue é, sem dúvida, querer ajudar ao próximo. Mesmo quando a pessoa está impossibilitada de doar, pode mobilizar amigos e familiares. E, nessa época do ano, quando o nosso estoque de sangue registra uma significativa baixa, isso faz toda a diferença. Ninguém pode esquecer que carnaval é tempo de folia , mas também pode ser de solidariedade”.

Serviço: Para ser um doador de sangue, basta ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação original e com foto. O Hemopa fica na travessa Padre Eutíquio, nº 2109, bairro de Batista Campos, e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. As doações também podem ser feitas na Estação de Coleta Castanheira, que fica no Pórtico Metrópole, na entrada do shopping Castanheira (BR-316, km 1). Mais informações: 3110-6500 / 0800 280 8118.