Ambulantes da Santa Casa vão ganhar novos equipamentos e capacitação

Foto: Agência Belém

As trabalhadoras e trabalhadores informais que atuam em frente às calçadas do hospital da Santa Casa do Pará, no bairro Umarizal, em Belém, vão receber padronização com novos equipamentos e capacitação profissional. É o que prevê o Termo de Cooperação Técnica, assinado nesta quinta-feira, 13, entre a Secretaria Municipal de Economia (Secon) e a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará.

Mais dignidade – “O Calçada Legal é um projeto social que vai levar mais dignidade aos ambulantes, tanto pela infraestrutura dos equipamentos, que serão padronizados conforme as normas legais e de segurança sanitária, quanto em relação aos cursos de capacitação que vão ajudá-los a manipular os alimentos e a gerir os negócios. Queremos que esse projeto de parceria seja exemplo para os demais que estamos realizando em nossa cidade”, destacou o secretário municipal de Economia, Apolônio Brasileiro.

“Nossos pacientes e os próprios funcionários daqui são consumidores dos produtos vendidos pelos ambulantes, que ficam nas calçadas. Eles já fazem parte da nossa instituição”, disse a diretora de Planejamento, Orçamento e Gestão da Santa Casa, Valda Valente.

“Há informais que trabalham aqui em frente há 12 anos, tendo este como o único sustento da família. Por isso, a importância de parcerias com os agentes públicos e privados que vão nos ajudar com o ordenamento e qualificação profissional desses trabalhadores”, explicou a diretora.

Segurança – A vendedora Raquel Gama Pessoa chega todos os dias às 5h, junto com a mãe, para vender café da manhã, para as pessoas que frequentam o hospital. “Para nós é uma segurança estar legalizada junto à Secon e, ainda por cima, com um carrinho novo”, desabafou a permissionária, que trabalha há cinco anos em frente à Santa Casa.

Capacitação – A primeira fase do projeto Calçada Legal será iniciada no próximo mês de fevereiro, com os cursos de capacitação profissional, ministrados aos ambulantes da Santa Casa pelos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Entre os cursos previstos estão atendimento ao cliente, manipulação e armazenamento dos alimentos.

O projeto Calçada Legal conta com a parceria da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Economia (Secon), Santa Casa de Misericórdia do Pará, Senac e Faculdade Cosmopolita.

Por Roberta Corrêa, Agência Belém